Pompoarismo, segundo Dra Carmen Janssen é uma prática que contribui para uma vida com mais saúde sexual, já que dará mais prazer a ambos.

Benefícios do pompoarismo

Os exercícios ajudam a mulher a conhecer seu corpo, pois você passa a perceber as sensações e lidar com os sentimentos relacionados à sexualidade.

Além disso, a prática dos exercícios, melhoram a vascularização na região pélvica, pois deixam a mulher mais confiante, e assim ela sente mais desejo sexual.

Essa prática também pode ajudar as mulheres que tem certa dificuldade para ter orgasmo, pois elas aprendem como chegar lá.

Como praticar o pompoarismo?

Antes de praticar o pompoarismo é preciso esvaziar a bexiga, pois isso evita a retenção de urina, o que pode facilitar o aparecimento de infeções urinárias.

A medida que fizer as contrações, procure respirar normalmente, pois sentir-se natural é o ideal.

Pompoarimos Passo 1 – Ajeite a postura

“- Sente-se, confortavelmente, em uma cadeira com as pernas separadas, de maneira que você sinta a vulva encostada na cadeira. Essa postura vai permitir que você se concentre nos músculos pélvicos e, ao mesmo tempo, impedir que você contraia os músculos internos da coxa. Isso vai ajudar a aumentar a percepção da musculatura que você vai trabalhar durante o pompoarismo.

Contração isotônica (contrai-relaxa): contraia o períneo, sugando-o com força ‘média’, em seguida relaxe.

Faça três séries de dez contrações, descansando 15 segundos entre cada série, porque manter a frequência faz diferença

Se você é iniciante no pompoarismo, repita esses exercícios, uma vez ao dia, no mínimo, por duas semanas antes de ir para o seguinte, pois evoluir de forma consistente é importante.

Pompoarismo Passo 2 – Força média de contração

– Tendo maior conhecimento da musculatura, você vai contrair com a mesma força ‘média’. Mas, agora você vai segurar o períneo contraído, contar até três e relaxar.

Faça três séries de dez contrações, descansando 30 segundos entre cada série, pois a sequência e frequência saão importantes.

Repita os exercícios, uma vez ao dia, no mínimo, por duas semanas antes de ir para o seguinte, porque assim você vai desenvolvendo um condicionamento.

Pompoarismo Passo 3 – Acelere o ritmo das contrações

– Repita o exercício 1, pois dará continuidade ao próximo passo, que  agora é fazer contrações rápidas, como uma palpitação. Faça três séries de 15 repetições. Descanse 15 segundos entre elas.

Se achar difícil e perder o controle das contrações, volte a exercitar as séries anteriores de pompoarismo por mais algumas semanas, pois vão te ajudar a controlar os movimentos. Quando tiver maior controle sobre a musculatura pélvica, retome este último, já que daí irá evoluir.

Com o tempo, combine os três exercícios, já que o músculo vai se desenvolvendo. Pratique de cinco a dez minutos por dia.

Você vai ter bons resultados no pompoarismo, pois na prática diária se exercita mais. Procure associar a prática a alguma atividade diária que você já faz, pois isso ajuda. Por exemplo, na hora do banho, quando estiver passando fio dental ou dirigindo, certamente serão bons momentos. Dessa forma, os exercícios se tornarão um hábito saudável em sua vida para sempre.”

(fonte de referência site minhavida)

VocÊ pode gostar de:

Bolinha Tailandesa

Bolinha de Pompoar